Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
MEUS DESEJOS PARA 2008
Minha mensagem para a chegada de 2008 talvez não seja original, muito menos inédita.Mas traz em sua essência, o que desejo de verdade a todos os sere humanos:
Que tenhamos um ano novo, sem guerras, sem atentatos;
Que o nome de Deus não seja usado como desculpa para a matar;
Que as fronteira sejam apenas um limite imaginário, não impedindo o encontro das pessoas;
Que a linguagem universal seja o amor;
Que todos os preconceitos sejam derrubados: que homossexuais possam declarar seu amor, que as "raças" não sejam impedimento para enxergar no próximo nossa imagem;
Que o dinheiro seja usado em prol do bem estar mundial;
Que os políticos do mundo inteiro percebam que trabalahm com vidas, e portanto, não podem destruí-las;
Que a religião universal seja DEUS;
Que a fome e a miséria  sejam extintas;
Que a educação e a súde sejam de FATO prioridades;
Que a corrupção em todos os países sejam banidas, e de preferência com urgência no Brasil;
Que a cerveja não seja a prioridade do povo.
Teria eu inúmeros desejos a escrever, mais quero mesmo que essas palavras nada originais sejam lidas como reflexão, pois as pessoas têem o direito de amar, de viver dignamente, de amara a Deus seja qual for sua convicção e que tenhamos fome de educação, justiça, saúde e paz. Percebam que a violência começa na fome, passa pelo bar da esquina e termina em casa ou no caminho dela.
Meus desejos são de uma pessoa qualquer que tenha vontade de ver as pessoas vivendo em paz consigo e com o próximo.
SEJAMOS FELIZES.



Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 29/12/2007
Alterado em 29/12/2007
Comentários