Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
VEM
VEM


Vem neste momento
Aquecer
Meu coração gelado assim
Vem, neste momento
Dizer-me que a esperança existe
E que suas mãos não me abandonam
Que para mim ficam estendidas

Vem, mais uma vez pra me lembrar
Que o Sol brilha mesmo na chuva
Que a escuridão certa hora se dissipa
E as histórias de amor
Não são somente quimera

Diz que o amor e mais que uma palavra
É tradução do inconsciente
E minha  espera cansativa
Tornou-se, agora , inativa

Quando seus olhos encontraram os meus
E os meus, nos seus, assim repousaram
Trouxeram alívio para o cansaço
Da espera que, insana , se tornara

Vem, já não há medo
Fica ao meu lado, até que adormeçamos
E pela manhã, só acordamos
Pelo calor do nosso abraço
Vem...
Vem !
Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 24/09/2008
Comentários