Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Meu Diário
30/12/2013 00h08
Renascendo

Esse meu diário, anuário, não sei especificar. Mas retrata momentos marcantes e pretendo, ser mais assídua com ele.

O fato é que depois da morte da minha tia, meu transtorno bipolar ficou mais esquisito ainda. As oscilaloções de relativa alegria e depressão estão cada vez mais intensas e menos espaçadas.

Dentro de mim há lacunas, saudade, lembranças. Essas me atordoam por vezes. 

Sinto saudade da escola que eu trabalhei, mas é engraçado, pois na verdade é saudade da escola que eu idealizei. A real, foi um tanto quanto cruel. 

Depositei expectativas naquele serviço, esperei das pessoas e cobrei muito de mim. Resultado, com o perdão da palavra: me fodi. Minha saúde foi ficando cada vez mais frágil e sinceramente hoje, não sei qual será meu rumo.

Aí, em seguida, a Zizi faleceu e sei que a pessoa que eu era, deixou de existir no momento que ela partiu, e estou tentando entender a pessoa que está nascendo agora. Assusta, pois reque que eu reaprenda a viver, sem ela que esteve comigo por quase quarenta e três anos.

Renascer das minhas cinzas , esse é o meu maior desafio agora.

 

Publicado por Fernanda Pietragalla
em 30/12/2013 às 00h08
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links