Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

CONFIDÊNCIAS EM UMA NOITE
Nossas confidências ficaram para sempre
Guardadas naquela noite
Quando deixamos cair nossas máscaras
E mostrarmos quem de fato éramos

Muito além das aparências, das palavras
Havia uma emoção reprimida, guardada
Naquilo que chamamos: alma
Não ocorreu uma união
Apenas minha vontade desesperada de juntar-me a ti
A juventude pulsava em meu corpo
E o desejo de estar junto era maior que a minha existência até aquele momento.

Então, no meu arroubo, disse-lhe da minha paixão
Mas mesmo assim não fora suficiente para ficar junto a ti
Falaste de teus amores
Dos teus temores
E eu também dos meus
Percebi então, que amor com mão única não e amor
É delírio
É  a insanidade que todos permitimos quando pensa que pode-se amor pelos dois
Mas amar é somar, completar a metade que sentimos falta.
Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 06/12/2005
Alterado em 13/09/2006
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernanda Pietra www.fernandapietra.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários