Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

O QUE É AMIZADE ?
Não me lembro de ter o ombro amigo
Naquela hora em que meu coração aflito chorava
Ora por amor, ora por dor
Não me lembro de ter a mão estendida
A levantar-me do chão
Quando caí na teia do sentimento
A cortar a alma, por mais dramática que o verso possa parecer
Pois foi assim que me senti
Quando a solidão de todos os lados me açoitava
E dela me fazia escrava
Não teve o telefonema,
Não teve o sentimento da amizade
Pois a traição fez-se presente
A amiga tornou-se rival
E assim tomou meus sentimentos
Aqueles que guardava em mim onde eu trabalhava
São recordações, apenas recordações
De poetisa, por vezes machucada
E que disso faz versos sem rimas
A mostrar o quanto um coração pode machucar-se
Quando se entrega verdadeiramente
Nas mais simples ações
Minhas recordações são tristes
Mas são verdadeiras
Queria a amizade desinteressada
Não aquela que destruiu
O amor sentido
Pela escola onde trabalho

Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 21/11/2005
Alterado em 21/11/2005
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernanda Pietra www.fernandapietra.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários