Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

TEMPO INSISTENTE
O tempo insiste
Em roubar-me
O que de mais precioso tenho:
Versos meus, a espera de um parto
A dar-lhes vida.
Essa vida que os aborta
Na correria dos dias de trabalho
E minha mente permanece
Ociosa para os apelos
Guardados no espírito
Inundado de palavras
Desejosas a mostrar-se
Mas lá ficam a minha espera
Como agora, quando estou longe
Do barulho ensurdecedor das crianças
Que muitas vezes me inspiram
E faz lembrar-me
Que já fui uma um dia
Tenho de apressar-me,
Pois o tempo acaba
Mas não finda
Meus versos inacabados


Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 05/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernanda Pietra www.fernandapietra.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários