Fernanda Pietragalla
Expressamos na escrita, o que possuímos na alma.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


UM POUCO ALÉM SOBRE A LEI SECA

 

     Há um mês, o país vem discutindo se a chamada lei Seca é legal ou não, se é abusiva ou não. Vou dar aqui minha opinião.

     Primeiro, enquanto se discute sobre se há censura ou não nos anúncios de tv, ninguém se pergunta o que esses anúncios trazem em suas mensagens subliminares a crianças, adolescentes e adultos. Sim, estou falando especificamente no caso das cervejas. Há um frisson em torno das propagandas, mostrando lindas mulheres e marmanjos babando para bebê-las, literalmente. Há o desejo consciente de ter essas belas mulheres e o produto a ser verndido, nada mais é do que a cerveja. Não tenho nada contra cerveja, gosto também, mas o que me incomoda é o esforço macico de tornar o brasil num país de alcoólatras, sim pos como professora, comprovei um dia desses, que pelo menos trinta porcento de meus alunos possuem parentes dependentes da bebida.

     O que se discute hoje é a questão de dirigir embriagado. É crime sim. O sujeito quando pega um veículo com todas as cachaças, cervejas e qualquer outro agente etílico, deve ser punido sim. Quer beber, fica em casa, e comprove de que todo bêbado se assemelha com o macaco, porco ou leão. Na verdade o que me incomoda e preocupa é ver adolescentes cada vez mais cedo bebendo e pior, pais irresponsáveis mandando filhos menores irem ao mercado para comprar seu caonhaque, e pior ainda, que que o mercado vende !

     Sei que é uma indústria que gera empregos, mais sei tambèm que gera morte e desempregos. Dirigir bêbado já deveria ser crime há muito mais tempo. Quantas famílias não perderam seus membros porque um idiota saiu da balada, com o caco cheio e acaba batendo em outro carro ou atropelando alguém.

      A permissividade dos pais e da sociedade como um todo criou essa cultura de que para ser homem, ou mulher adulta, precisa-se beber. Quando eu era criança, o barato era de que fumar trazia status  e lembro-me perfeitamente de ver o jogador Gerson fazendo propaganda de cigarro , terminando com o slogan :

"Leve vantagem em tudo, certo ? " E assim a lei do Gerson é lembrada até hoje.

     Canso de ver caras embriagados, dizendo que são melhores quando bebem. Podem ser pra quem quiser, mas não dirigindo um automóvel. Se acham a lei abusiva, não abusem do direito de se embriagar. Beba e vá para cama, sem matar ninguém.  Espero que pelo menos um  novo hábito se crie, o de beber e não dirigir. Aí o sujeito vai ter que ter um amigo para levá-lo para casa e ter cacife para bancar o táxi em todas as suas baladas.

     Quer saber de uma coisa, cada um bebe o quanto quiser , o quanto puder, mas não me privem do direito de gritar de que estou farta de ver crianças com problemas na escola e ter como fonte de seu problema, a "mardita' branquinha ou a loura, a danificar os neurônios dos pais, refletindo-se nos filhos.  E quer mais, essa lei deveria ser até mais dura, pois quem bebe, não dirige péssimo apenas, também será péssimo profissional, e um palhaço enquanto pai.

Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 16/07/2008
Alterado em 17/07/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários